29 de setembro de 2018

CONTABILIDADE E ASSESSORIA

DEPARTAMENTO CONTÁBIL

É o setor responsável por auxiliar o empresário na gestão administrativa de seus negócios, gerando informações, dados e planilhas necessárias para que este possa ter a real noção financeira de sua empresa, proporcionando o suporte completo para a correta tomada de decisões.

Atribuições de um setor contábil:

  • Organização e Classificação Contábil dos Documentos da Empresa;
  • Realizar a Execução e Controle de Planilhas e Relatórios de Contabilidade;
  • Digitação dos Documentos Classificados (Escrituração Contábil);
  • Conciliação de Contas da Contabilidade;
  • Classificação e Análise da Documentação Contábil e de Fluxo de Caixa;
  • Emissão e Analise de Balancetes Periódicos;
  • Emissão e Analise de Balanço Patrimonial;
  • Controle do Ativo Imobilizado;
  • Demonstrativos de Índices Financeiros;
  • Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstrativo de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA);
  • Demonstrativo das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL);
  • Demonstrativo das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR);
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física;
  • SPED ECD/ECF;
  • Livro Razão;
  • Livro Diário;
  • LALUR;
  • E-LACS.

Em complemento às atividades desenvolvidas pelo Setor Contábil, devemos destacar o Setor Societário, que desenvolve atividades extra contábeis e fiscais junto aos diversos órgãos públicos.

 

 

DEPARTAMENTO FISCAL

Compreende a escrituração de documentos fiscais, apuração e o envio de impostos e obrigações acessórias, bem como a orientação e controle de aplicação dos dispositivos legais vigentes, sejam federais, estaduais ou municipais de eventuais procedimentos de fiscalização tributária e o atendimento das demais exigências previstas em atos normativos.

Escrituração de documentos fiscais:

  • Escrituração de Notas Fiscais de Serviço Eletrônico (NFS-e) e Notas Fiscais de Serviço Avulsa (NFSA), emissão de relatório das notas escrituradas para conferência junto ao cliente;
  • Escrituração de Cupons Fiscais; Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e); Notas Fiscais Avulsa (NFA); Notas Fiscais de Consumidor Eletrônica (NFC-e); Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e); Notas Fiscais de Serviço de Comunicação e Telecomunicação (NF Mod 21/22) etc. e a emissão de relatório dos documentos escriturados para conferência junto ao cliente;
  • Apuração dos impostos federais retidos na fonte de serviços tomados e a emissão de relatório de notas fiscais com retenção de impostos federais para conferência junto ao cliente.

Apuração e envio de guias dos seguintes tributos:

  • Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS);
  • Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
  • Contribuição Social Retida na Fonte (CSRF);
  • Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF);
  • INSS Retido na Fonte;
  • Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS);
  • Programa de Integração Social (PIS);
  • Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica das empresas optantes pelo Lucro Presumido (IRPJ);
  • Contribuição sobre o Lucro Líquido das empresas optantes pelo Lucro Presumido (CSLL);

Envio de obrigações acessórias:

  • Declaração de Serviços (DS);
  • Guia de Informação Mensal (GIM);
  • SINTEGRA
  • SPED Fiscal (ICMS/IPI);
  • SPED Contribuições (PIS/COFINS).

Pedido eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso de Declaração de Compensação (PER/DCOMP);

Acompanhamento dos processos administrativos de parcelamento perante Secretarias Estadual e Municipal de Tributação, Receita Federal do Brasil e respectivas procuradorias fiscais vigentes;

Acompanhamento mensal da situação fiscal perante as Secretarias Estadual e Municipal de Tributação e a Receita Federal do Brasil.

 

DEPARTAMENTO PESSOAL

É o setor especializado na realização de todas as burocracias necessárias para garantir os diretos e deveres dos trabalhadores e da empresa. Por esse motivo a sua rotina é ligada a cálculos de diversos tipos de valores e entregas no prazo estipulado. Entre as principais tarefas do setor, estão:

Procedimentos Admissionais;

Realiza processo de contratação de novos funcionários organizando toda a documentação necessária para a efetivação desse procedimento. Recolhe os documentos do colaborador, elabora o contrato de trabalho, cuida do registro na carteira profissional, dos exames médicos, entre outros.

Controle de Ponto;

O ponto é o documento comprobatório de que o funcionário esteve presente no trabalho, da duração da jornada diária e das pausas realizadas. Ele é usado como base para calcular o salário que o funcionário tem direito em determinado mês, por isso, seja de modo manual ou por meio de um software, sua marcação deve ser fiscalizada adequadamente.

PIS / FGTS;

Também cabe ao departamento fazer a inscrição dos funcionários no PIS (Programa de Integração Social), fazer o cálculo do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço) e enviar os valores ao financeiro para a realização dos depósitos.

Entrega de Vale Transporte e Alimentação;

Entregar mensalmente o vale-transporte aos colaboradores e, quando há, também o benefício da cesta básica.

Elaboração de Folha de Pagamento;

Elaboração e conferencia de folhas de pagamento, com os valores dos salários e todas as informações exigidas pela legislação, e as encaminha ao departamento financeiro para que os pagamentos dos profissionais seja efetuado.

Procedimentos Demissionais;

Elaboração de aviso prévio, baixa de contrato de trabalho, cumprimento dos termos de rescisão, cálculo de valores, homologação, entre outros.

Elaboração e Entrega de Obrigações Acessórias;

Determinadas entidades governamentais solicitam das empresas dados sociais de seus trabalhadores para levantamento de pesquisas, projetos, estudos e programas relacionados ao mercado de trabalho.

O recolhimento dessas informações é feito por meio de sistemas oficiais, como o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), o Ministério do Trabalho solicita a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), e sempre que uma pessoa é admitida ou demitida, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) deve ser preenchido e e-SOCIAL.

Além disso, encaminha outras informações como a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF), que é solicitada pela Receita Federal para informar o montante dos rendimentos pagos ou creditados aos funcionários durante o ano base.

Além disso, encaminha outras informações como a Declaração do Imposto de Ren

da Retido na Fonte (DIRF), que é solicitada pela Receita Federal para informar o montante dos rendimentos pagos ou creditados aos funcionários durante o ano base.